Relacionamento

6 atitudes para ajudar na superação de um término

 

É normal sentir-se perdido após o fim de um relacionamento e criar fantasias só atrapalha.


"Assim, repito, quando tivermos feito tudo para conseguir um amor, e falhado, resta-nos um só caminho, o de mais nada fazer", Clarice Lispector. Essa frase me faz relembrar uma paciente que em uma bela sessão verbalizou: "Por que é tão difícil entender que ele gostou de mim, não gosta mais, cabe a mim lidar com esse fato".

Ninguém é obrigado a gostar da gente e nos querermos por perto. Aliás não somos obrigados a nada, a não ser que queiramos nos obrigar. Rejeição é algo insuportável, mas que de alguma forma nos coloca diante de nós mesmos.

Para Freud, o pai da psicanálise, o ser humano nasce prematuramente, em condição de dependência absoluta e busca o amparo desde cedo. Não saber lidar com esse desamparo, traz conflitos em todos os tipos de relacionamentos, principalmente nos amorosos e leva milhões de pessoas a consultórios com funcionamentos mentais bastante nocivos para a saúde mental.

Muitos casais misturam-se e perdem a identidade. Não sabe quem é quem na relação mais. Nestes casos, quando há ruptura, eles podem se perder.

De qualquer modo, caso você não esteja lidando bem com um término, existem atitudes que podem ajudar a lidar com este luto:

Busque as coisas que fazia quando solteiro e te davam prazer
Não crie fantasias, viva o hoje, e hoje vocês estão separados
Se vocês terminaram, valorize-se e não telefone, mande mensagem ou siga-o nas redes. Vocês terminaram e será importante manter distância física e virtual
Amizade nenhuma precisa ser forçada, ainda mais com um ex. Portanto, dê tempo ao tempo e caso a amizade aconteça será porque ambos querem
Será que você precisa mesmo na semana seguinte da separação ir no bar que adoravam ir juntos? Talvez isso traga mais sofrimento para o período de luto que precisa ser elaborado. Não evite sofrer. Ninguém começa um relacionamento querendo o fim dele. E esse fim dói, por mais que estejamos desejando-o
Busque se conhecer melhor e voltar-se para suas questões. Tente não embarcar em uma nova relação logo de cara.
Você encontrará uma pessoa igual ou melhor que ele, sim. Basta refletir o que fizeram de ruim na relação que trouxe sofrimento emocional.

Sabe aquela viagem ou mesmo uma mudança de cidade que muitas vezes você pensou em fazer, programe-se e vá. Só você poderá correr atrás dos seus sonhos e projetos.

Não deixe que o fim de um relacionamento desmorone o que você pensa sobre si mesmo. Ser o que o outro quer, pode trazer baixa autoestima, irritabilidade, sintomas de ansiedade e depressão. Você tem seu valor, mesmo que as pessoas não vejam. Você é único na sua forma de ser e autor de sua própria existência!

Então vá em frente e ressignifique sua história, pois como diz uma frase de um autor desconhecido "um dia a saudade deixa de ser dor e vira história para contar e guardar para sempre"!

PUBLICIDADE





PUBLICIDADE