PUBLICIDADE

Economia

Bebidas que “espantam o frio” têm aumento de 20 a 30% nas vendas

A procura por vinho também aumentou (Foto: Carlos Volpi/JR)

Devido às baixas temperaturas dos últimos dias, representantes de supermercados da cidade apontam aumento do consumo de bebidas, como: vinho, destilados, chás e achocolatados.

Por Carlos Volpi Da redação

A população dracenense e da região tem “sentindo na pele” as temperaturas amenas nesses últimos dias, principalmente nos períodos da manhã e ao anoitecer. Para espantar o frio e se manter disposto, vale tanto se agasalhar bem ou tomar uma bebida quente. E é neste período que Dracena e região registram aumento nas vendas de bebidas quentes.

De acordo com o proprietário de produtos naturais como ervas e grãos, Francisco Alves, as vendas por folhas de chás naturais tiveram aumento de 20 a 30% nos últimos dias, devido à temperatura baixa e ao surgimento de resfriados.

O proprietário da loja de ervanarias trabalha com o estoque de 60 a 70 tipos de folhas de chás que são vendidas por quilo e o preço do produto é variável.

Ainda conforme Francisco, as folhas de ervas naturais mais procuradas nessa época são: camomila, alfazema, chá de maça, chá verde, chá de melissa e o chá guaco.

Já no segmento de supermercados, conforme o gerente Olair Mantovanelli, uma das bebidas mais procuradas neste período de inverno é o vinho, tanto os nacionais e importados, que segundo ele, houve aumento nas vendas de até 30%.

Segundo Mantovanelli, os preços das garrafas de vinhos nacionais e importados variam entorno de R$ 10 até R$ 350, em quantidades de 750 ml a 1L.

De acordo com Olair Mantovanelli, os consumidores acabam comprando grãos como: amendoins e castanhas, além dos queijos para acompanharem um bom vinho.

Ainda segundo o gerente do supermercado, além dos vinhos, os consumidores acabam adquirindo bebidas destiladas como vodka e uísque, e há também aqueles que optam por bebidas sem teor de álcool, como os achocolatados em pó e líquido.

Conforme o gerente comercial de outro supermercado de Dracena, Edilson Camargo, as vendas de achocolatados e chás acabam dobrando neste período de temperaturas amenas, chegando em torno de 30% de aumento.

Segundo Camargo, as vendas de garrafas de vinhos também apresentam aumento de 30%, que segundo o mesmo, acabam impulsionando as outras categorias de vendas, como: biscoitos, pães e massas, além das carnes vermelha e branca e queijos, que acompanham como forma de aperitivos.