PUBLICIDADE

Educação

Unifadra/Fundec participa de Encontro das Escolas de Medicina

Edson Kai, diretor executivo da Fundec e Jaqueline Kuramoto, diretora acadêmica da Unifadra Dracena, estiveram no Encontro das Escolas de Medicina. (Foto: Assessoria)

O I Encontro das Escolas Médicas das IMES (Instituições Municipais de Ensino Superior) aconteceu na USCS – Campus Bela Vista, na cidade de São Paulo.

Por ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Unifadra

Representantes da Fundec/Unifadra participaram do I Encontro das Escolas Médicas das IMES (Instituições Municipais de Ensino Superior), nos dias 23 e 24 de maio, na USCS – Campus Bela Vista, na cidade de São Paulo. Estiveram presentes o diretor executivo da Fundec Edson Hissatomi Kai, a diretora acadêmica da Unifadra Jaqueline Bergara Kuramoto, e a auxiliar de coordenação de Medicina da Unifadra Eunice Nelli.

Estiveram no encontro representantes administrativos, gestores e docentes de instituições de ensino superior municipais do Estado de São Paulo e de Goiás. Durante o evento, foi discutido o sistema de avaliação dos alunos e trabalhada a metodologia ativa de ensino da Medicina, com práticas utilizadas neste método. O Prof. Dr. Carlos Collares, da Universidade Maastricht, realizou uma vídeo-conferência, que destacou o tema “Avaliação de desempenho para aprendizagem significativa: uma abordagem baseada em evidências”. O evento contou com participantes renomados, como o Prof. Dr. Ozires Silva (Ex-Presidente e Fundador da Embraer, Varig e Petrobras e Presidente do Conselho de Administração da ANIMA-Educação), que fez uma apresentação sobre as “Novas Formas de Gestão do Ensino Superior no Brasil”. A Profª Dra. Laura Camargo Macruz Feuerwerker (FSP-USP) fez sua participação com a temática “A formação médica orientada para a integralidade do cuidado com a saúde”. O gestor do curso de Medicina do Campus São Paulo, Prof. Dr. José Lúcio Martins Machado, revelou a importância do encontro. “É um evento que marca de forma importante um início de um processo de sinergia em torno da construção de trabalhos colaborativos entre as Instituições Municipais de Ensino Superior (IMES) que têm curso de Medicina, no sentido de buscar reflexões e soluções de problemas comuns dessas escolas”, destacou.

Segundo a diretora Jaqueline Kuramoto, os gestores participaram de uma dinâmica em grupos para a discussão das vivências das avaliações aplicadas na metodologia ativa. “Discutimos as avaliações que são feitas de duas formas: somativas (com provas de conhecimentos específicos) e as formativas (que são da formação de médico orientada para a integralidade do aluno no cuidado em saúde)”, detalhou a diretora. Durante a atividade, foram discutidos os temas: Pesquisa e desenvolvimento de tecnologias inovadoras de gestão nas relações entre ensino e o SUS; Mobilidade estudantil e internacionalização; Estratégias de desenvolvimento da docência em metodologias inovadoras de ensino-aprendizagem; Formação de preceptores e educação permanente para os trabalhadores do SUS. Kuramoto ressaltou que no encontro também foi formada uma comissão para a criação de um instrumento que poderá ser utilizado pelo CEE (Conselho Estadual de Educação) para a avaliar os cursos por ele regido. Os representantes também discutiram sobre a internacionalização das IMES, que visa a um intercâmbio para os alunos da instituição.

Foram apresentados aos participantes simuladores realísticos e os representantes da Fundec/Unifadra tiveram contato com os cadáveres sintéticos desenvolvidos nos EUA, que estão sendo utilizados de forma inédita pelas IMES no estudo de anatomia. Segundo Jaqueline Kuramoto, é importante a troca de experiência entre gestores das instituições municipais. “Vivemos realidades muito semelhantes no nosso dia a dia, e essa troca de informações proporcionadas no evento nos dá referência e segurança para a tomada de decisões”, completou Kuramoto.